Que tipo de cidadão você está criando?


Olá, pessoal, hoje é a estreia da Psicóloga Infantil Letícia Costa Tomsik, com a coluna "Conselhos da Psicóloga"
Vamos aos conselhos que são importantes para toda família!



Creio que vocês concordam comigo que criar filhos não é uma tarefa fácil. Já pensaram na responsabilidade?! 
Claro que não é apenas a família que tem influência no comportamento de um indivíduo, entretanto, não devemos negar o seu peso e importância. 
Três ingredientes são essenciais nesta tarefa: 
Amor - é tão bom nos sentirmos amados; 
Diálogo - a família como espaço para expor opiniões, escutar (e respeitar) o ponto de vista do outro.
Limites - saber respeitar e seguir as regras.
Contudo, vejo que há muitas famílias com dificuldade em colocar estes "ingredientes" em prática. Com a correria do dia-a-dia as relações entre pais e filhos vão ficando cada vez mais distantes e superficiais. 
Em alguns casos, pais e filhos mais parecem pessoas que dividem uma casa do que um família. Estas pessoas vão reproduzindo esse padrão, o que resulta em sujeitos que não sabem lidar com seus próprios sentimentos(e com o dos outros), não respeitam que outras pessoas possam pensar de maneira diferente e que não sabem lidar com os (vários) "nãos" que a vida dá.
Então, demonstre (em ações e não apenas em palavras) o amor que você tem pelo seu filho. 
Converse, pergunte sobre a vida dele. Proponha regras. E assim, fique orgulhoso de quem você colocou no mundo. 

Qualquer dúvida ou sugestões de temas, estarei à disposição!
Tenham todos uma ótima tarde!

Psicóloga - CRP 01/12707 CRP 09/005741 Formada pelo UniCEUB. Conclui Formação em terapia analítico-comportamental infantil pelo IBAC-DF em julho/ 2008 e faz especialização em terapia infantil no mesmo instituto desde outubro de 2008. Atende no Valparaíso de Goiás, no BEM VIVER CONSULTÓRIO DE PSICOLOGIA. Possui experiência no atendimento de crianças, adolescentes e adultos.
Blog - Letícia Costa Tomsik- Psicóloga Infantil 

55 comentários:

  1. Querida Letícia!
    Sabe, estou enfrentando uma fase difícil do Gabriel, que está com 2 aninhos e 5 meses.
    Senhor, que loucura que é!
    Ele é a criança mais amorosa que já vi na vida - e não é pq é meu filho, hein! rs
    Mas tem tido acessos de birras, manhas, tudo quer do jeito dele, enfim... Aí entra o impor limites que vc falou.
    Ouço mto que um tapinha no bumbum é sempre válido, que corrigi. Mas, Letícia, não consigo fazer isso. Dói em mim.
    Repreendo, coloco de castigo pra pensar, enfim...
    Mas nunca sei se estou agindo corretamente.
    Percebe como estou perdida?
    Quero o melhor para o meu filho e mto embora eu saiba que isso é uma fase, gostaria mto de ser acertiva ao atravessá-la com ele, vc me entende?

    Bjs em seu coração e parabéns pelo excelente artigo!
    Deus abençoe, querida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo karin e acho que você está agindo correto. É reciso mostrar pra criança que tudo tem uma consequência e que nem tudo que ela quer ela pode. E você está fazendo isso muito bem! É preciso ser coerente e persistente. Se você estipulou que o Gabriel não pode fazer tal coisa, esse não tem que servir pra todas situações, inclusive quando ele faz manha e te olha com aquele olhar irresistível. rs
      Beijo

      Excluir
  2. Bom dia

    Gostei muito desta "Informação" é sempre bom ler...Obrigada



    Tenha um excelente fim de semana,

    Beijo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Muito interessantes e verdadeiras dicas! bjs, ótimo fds! chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Chica, fico feliz que você tenha gostado!
      Beijo

      Excluir
  4. Oi Regiane. Obrigada por seguir meu blog! Adorei o seu, muito lindo! Estou te seguindo de volta. Um abraço, e um beijo ;*

    http://gravidezaos15.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Ualll adorei seu blog, parabens conteudo bem interessante.... sucesso linda!
    Ahhh se quiser conhcer o meu , www.karycrys.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Adorei as dicas práticas

    Bom final de semana

    Tri-beijos Desirée
    http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, espero que te ajude em algo as informações!
      beijo

      Excluir
  7. Ótimo post!!! Gostei muito das dicas!!
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que você tenha gostado, Micheli! beijo

      Excluir
  8. Bom dia Letícia.. depois de ter ouvido muitos audios da Cristina Cairo e lido livros dela.. pude perceber a sintonia dos pais e filhos.. quando se é pequeno e os pais estão conturbados, brigas etc.. vai tudo ao filho.. dai este cresce e perde-se.. o que vejo hj em dia é pais dando celular a filhos de menos 5 anos.. estão criando robozinhos pq é isso que tanta tecnologia esta fazendo não só com os filhos mas com os pais tb.. falta conversa nas três principais refeições do dia.. mas preferem ver novelas, jornais.. ou ficar no facebook que é um fabricante de doentes que nem vêem suas energias sendo escoadas.. espero que as coisas melhorem.. bjs e tenha um lindo dia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Samuel, a modernidade tem feito as relações ficarem cada vez mais superficiais. E coisas simples (ou que pelo menos deveriam ser) como conversar com os filhos muitas vezes se tornam difíceis e têm de ser trabalhadas em consultório. Mas, vamos continuar com a esperança de que um dia essa realidade mude! beijo

      Excluir
  9. Gostei da postagem, sou psicóloga tb mas não atuo em clinica.
    Acredito que o que falta para os seres humanos são limites.
    Criar filhos não é fácil, mas o que mais eles precisam de nós é da nossa atenção.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá colega de profissão! Concordo com você. Limite é o que falta! beijo

      Excluir
  10. Olá linda,
    Muito obrigado por visitar meu blog.
    seu blog esta muito lindo viu?

    seguindo.
    http://www.vemcaju.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Adorei o post, infelizmente vejo que realmente as famílias estão se perdendo, as crianças crescem com liberdade demais e amor e companheirismo de menos... uma pena.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou e concordo com você, amor e limites têm que andar juntos na educação de uma criança! Beijo

      Excluir
  12. Olá querida!
    Tenho um filho de 20 anos, meu único filho, nunca me deu trabalho algum.
    Nunca fez birras, sempre foi motivo de orgulho e alegria em minha vida.
    Hoje é um rapaz digno, estudioso, trabalhador e temente a Deus, uma
    grande benção em minha vida, um anjo de Deus.
    Perfeito sei que ele não é mais é elogiado por todos que o conhecem.
    Depende da criação, saber dizer sim e não na hora certa, não mimar demais.
    Parabéns pela matéria, ajuda muitas mães!

    Bjs, bom fds ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Andréa! e creio que esse orgulho que você sente do seu filho deva ser gratificante e compensador! Parabéns! Beijo

      Excluir
  13. Oi Letícia adorei o post, excelente dicas, pois no mundo em que vivemos não há muito amor infelizmente, esses ingredientes são fundamentais para se viver em harmonia!!! Estarei te seguindo :)

    Beijão ♥
    http://www.futuramommy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Muito bom o post
    Tem que por limites em tudo
    Bjus
    http://segredosdaluma.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Criar filhos é uma tarefa muito difícil, ainda mais nos dias de hoje com tanta influencia negativa.

    Bjs...

    http://nandaaflordapele.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Verdade Nanda, difícil (mas recompensadora). beijo

    ResponderExcluir
  17. Querida Letícia
    Obrigada pelos bons conselhos!
    A vida fica bem mais fácil, quando dispomos de um manual de instruções.Pelo menos é o que sinto!
    Não é fácil gerir certas situações.
    Virei aqui mais vezes para aprender a bem viver. Obrigada.
    Beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acredito que compartilhar idéias e conhecimento é sempre válido. Aprende-se dos dois lados! Que bom que gostou. beijo

      Excluir
  18. Adorei o post.
    Aqui tenho um pequeno de 3 anos. Super carinhoso, mas tem seus excessos de birras e malcriação. Tem vezes que ficou doidinha.
    Mas sempre demostro o meu amor e carinho,mas repreendo quando vejo que esta errado. Espero que passe logo esta fase. Bjs
    Vivi e Isaac

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está agindo de maneira bem adequada...persistência é a palavra-chave! Que bom que gostou. beijo

      Excluir
  19. Menina que post bacana, vai ajudar muitas mamães!
    bjcas
    Estou Crescendo/Shairane Mello

    ResponderExcluir
  20. Educar não é mesmo facil e adorei as suas orientações! bjs,

    ResponderExcluir
  21. Muito bom e importante o póster.Um assunto que todos pais deveriam ler e procurar melhorar mais na educação seus filhos.Seu blog é muito lindo!Feminino, delicado.Uma fofura.Bjs lindinha.

    ResponderExcluir

  22. Oi linda maravilhoso este post. Apesar de não tet filhos ainda, é importante que você possa esta ajudando as mães de alguma maneira. Olha estou com blog novo, faz uma visita. Beijo
    Www.mulhersuperfashion.com

    ResponderExcluir
  23. ótimo post temos que amar e impor respeito e limites bjs

    ResponderExcluir
  24. Nossa, que correria, só agora consegui postar!
    Criar e educar filhos hoje em dia, não é uma tarefa fácil!
    Paciência e persistência são as palavras chaves!
    Tem horas que cansa, mas tenho certeza que no final os frutos virão!
    Obrigada pelos conselhos!
    Tenho certeza que está ajudando muitas mamães, avós, a família toda!
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como estou feliz com a nossa parceria e através desse espaço trocar idéias e conhecimento! Beijo

      Excluir
  25. é uma tarefa difícil q com amor e dedicação vamos em frente
    temos que cuidar dos nossos filhos
    sempre pergunto sobre a vida na escola
    essas coisas
    amei o post
    Linda Noite
    beijokas da Nanda

    Sendo a mãe da Isa e da Gabi
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos que trabalhar pra sempre termos uma relação de cumplicidade e que em qualquer situação os filhos saberão que poderão contar com os pais...você está agindo super bem Nanda. Beijo

      Excluir
  26. Td com uma carinha nova eim, gostei das novidades Rê...
    Letícia, sou pedagoga e vai ser ótimo poder aprender mais com vc nos seus posts
    boa semana pra vcs!!! xxoo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Débora, e eu estou feliz porque vou poder aprender com você também! Beijo

      Excluir
  27. Olá Leticia, parabéns pela postagem, como coordenadora pedagógica de um Cei e contadora de história nas livrarias,muito importantes suas informações. Gostei tanto que irei visitar seu blog.
    Beijos, boa semana
    Beijos RÊ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Rute, vai ser bom trocarmos "figurinhas" ;)
      Beijo

      Excluir
  28. Que post valioso, muitas pessoas precisam
    ler eu achei maravilhoso elogios pra vc

    Abraços com carinho de sempre

    Bjusss

    ╭•⊰✿¸.•* Rita!!

    ResponderExcluir
  29. Três regrinhas básicas e indispensáveis.
    Eu não entendo como algumas famílias falham em segui-las.

    Histórias, estórias e outras polêmicas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As pessoas geralmente não dão importancia para as coisas simples...uma pena, né Claudio?! beijo

      Excluir

Que bom que você veio, fique à vontade!
Seu comentário é muito importante para mim!
Deixe seu link para que eu possa retribuir sua visita.
Se me seguir ou linkar, me avise! Gentileza gera gentileza.
Beijo carinhoso.



.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Femme Digital - 2016. Todos os direitos reservados.
Personalizado por: Regiane Leite - Programação - Emporium Digital-.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo